Mãezinha? Não.

Dia das mães se aproximando e a equipe Parto Alegre debatendocomo referir-se a essa data com autenticidade, uma vez que por onde andamos, em outdoors nas ruas e outras mídias a mensagem de mãe/mulher consumista, que só da importância a roupas, cabeleireiro e maquiagem é espalhada como um vírus do patriarcado que insiste em querer parar de pé. O que sabemos é que isso está ruindo, a cada dia que passa as mulheres são mais respeitadas pela sua força e delicadeza, pela via da amorosidade. Cada vez mais mulheres buscam autonomia sobre seus corpos e sim, temos direito de nos maquiarmos  ou não, de nos depilarmos ou não, de estarmos com quem quisermos, quando quisermos.

A Parto Alegre busca ser um agente transformador, para que muitas possam inspirar-se e buscarem empoderamento para mudar um sistema falido que ainda tenta anular ou negar o potencial que temos de parir, gestar, nutrir nossos filhos. Uma mulher “bem-parida” contamina muitas outras em busca de partos mais dignos e respeitosos, um “bebê bem-nascido” muda a sociedade, confia no mundo extra-uterino, pois por ele foi recebido com carinho.

Que o sistema médico, que os obstetras e profissionais da saúde que ainda não se humanizaram, possam entender que aqui NÃO HÁ MÃEZINHA, mas sim lindas e poderosas mulheres que das vísceras ao coração conduzem novos seres a sonho incrível, maluco e desafiador que é estar no planeta Terra como SER HUMANO.
Um SALVE a cada mulher, que pariu ou que precisou de uma cesárea, um salve a cada mãe, avó, cada uma que carrega dentro de si a semente do cuidado e do amor sem medidas, reservas ou fronteiras.

Para homenagear todas as mulheres e mães, escolhemos esse vídeo, o nascimento da Pérola.
Nosso amor e sentimento profundo de agradecimento a Marcela Flueti por compartilhar sua intimidade, Equipe AMA NASCER e ALÉM D’OLHAR por esse vídeo tocante, que vai com certeza contaminar positivamente milhares de mulheres na teia cibernética.

Com carinho, Equipe Parto Alegre
Amanda, Ana Terra, Débora, Luísa e Shana.

PRÓXIMOS ENCONTROS PARTO ALEGRE

Confira mais detalhes no evento do facebook:
https://www.facebook.com/events/1758700154360580/

Em São Leopoldo (09/05) e Porto Alegre (27/04) TEMA: Entendendo a dor no parto.
No encontro do mês de 27 de abril (POA) e 09 de maio (São Leopoldo) trataremos de um assunto que ainda é tabu para muitXs no que diz respeito ao parto: a DOR. Abordaremos tópicos como a dor X o sofrimento / Métodos não-farmacológicos de alívio da dor / Quando chamar de dor? / Como amenizar esta sensação tão intensa à partir de um ambiente de confiança e da exposição de nossos medos afim de dissolvê-los e abrir os caminhos para uma experiência satisfatória de parto. Aberto a todos(as) interessados(as) no tema.
flyer_Abril_2016abril_SL_2016

Nasce Parto Alegre em São Leopoldo!

Nesta segunda-feira, 11 de abril, tivemos nosso primeiro encontro da Parto Alegre em São Leopoldo, com o tema “Você sabe o que é Parto Humanizado?”.  :)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Conversamos sobre o que é parto humanizado, assuntos como: o que é necessário pra viver um parto assim, quem é a equipe que dá assistência, qual a diferença entre parto normal e parto humanizado e muito mais! O encontro foi recheado com relatos de quem já viveu a experiência de um parto humanizado. Nossa convidada Mônica Carvalho contou o parto humanizado hospitalar do seu filho Bento e Daniela Pla contou seus dois partos, o parto hospitalar humanizado de sua filha Nathaly e o parto humanizado domiciliar de seu filho Maiquel.

Você pode assistir aqui aos vídeos dos partos da Daniela Pla e papai Américo.


Agradecemos imensamente pela disponibilidade e abertura de compartilharem suas histórias de parto tão singulares, tão íntimas, tão belas… e contribuírem para bem-dizermos o parto e nascimento!

Enquanto conversávamos, num clima muito descontraído, ao centro da roda tínhamos as delícias do Zeca Integral e o aconchegante chá de maçã da Vis Vitalis, nossos queridos parceiros. Porque precisamos de bons alimentos para corpo e alma, não é mesmo!?

Ao Zen Vale do Sinos, agradecemos por nos acolherem com tanto carinho em seu espaço físico.

Queremos agradecer também a presença de todas(os) e cada um(a) no Encontro! São vocês que fazem o encontro possível e um momento de aprendizado mútuo. Esperamos que tenham gostado! Para nós da Equipe foi um prazer e uma alegria estarmos juntos(as)!

Nosso próximo encontro de Porto Alegre e São Leopoldo terá como tema: ENTENDENDO A DOR NO PARTO.
Clica aqui para maiores informações: POA e SL

Abraço carinhoso da Equipe Parto Alegre e até nosso próximo encontro!

<3

Novo Curso de Shantala e Massagem Borboleta

Queridas e queridos amigos,

dia 16 de abril, teremos novo curso de Shantala e Massagem Borboleta. Neste curso vamos aprender sobre as duas técnicas, conhecendo a sua história, praticando nos bebês ou em bonecas, entendendo a importância da massagem no desenvolvimento tanto emocional como neurológico do bebê. Também será abordado como dar o banho, especialmente depois da Shantala e como usar Wrap Sling (pano para carregar bebê). Vai ser uma tarde bem especial. O curso tem como público alvo mães, pais, gestantes, doulas e demais interessados/as.

Informações: partoalegre@gmail.com ou (51)9588-8070.

AMANDAcartazshantala

Encontro Parto Alegre 2016!

Queridas e queridos partoalegrenses!

Dia 23 de março tem o primeiro encontro de gestantes, casais gestantes, tentantes e demais interessadas no tema. O tema deste encontro será bem especial porque fala de parto e superação especialmente quando o parto vem depois de uma cesárea. A gente já sabe das dificuldades de parir-se no Brasil e quando se trata de VBAC (vaginal birth after cesarean section),  as desafios são ainda maiores pela falta de apoio social, familiar e de profissionais que aceitem assistir um VBAC.

Por isso,  vamos trazer mulheres que passaram por esta experiência para relatar como conseguiram realizar esse sonho. Venham conhecer essas histórias e se inspirar.

Estamos em novo local, agora no espaço Corpo Alegre, confere na imagem de divulgação o endereço e apareça!

teste_flyer_2016.jpg

Nascimento de Davi – parto em casa 

Por Adelise Noal.

Auxiliar uma mulher em trabalho de parto envolve empatia, intuição e inspiração. É uma arte. A arte de partejar! Um Parto realizado com muita fé, carinho, atenção, amor e orações. Respeito pelo próprio ritmo biológico do nascimento, com o mínimo de intervenção possível é uma síntese do que pode ser um parto humanizado.

Traz segurança, porque a mulher se sente acolhida.
É satisfatório, pois tem todos os elementos que ela precisa para fazer sua travessia.
É empoderador, quer dizer, representa um rito de passagem.
Uma oportunidade de acessar um conhecimento sobre si mesma e ampliar sua consciência.
O nascimento de um novo valor pessoal.

Assim foi este longo trabalho de parto, em torno de 12 horas de pródromos, seguidos de 28 horas de trabalho efetivo. Gestação de 39 semanas. Davi nasceu às 19 h e 34 min, do dia 23 de novembro de 2015. Peso de 3270 gramas, comprimento de 46 cm. Apgar 9 no primeiro minuto e 10 no quinto minuto. No calendário maia, último dia da onda encantada 18, do vento branco.

Kin – Mago cósmico branco.
Persevero com o fim de encantar, transcendendo a receptividade,
selo a saída da intemporalidade, com o tom cósmico da presença.
Eu sou guiado pelo poder do infinito.

Sabe-se que o estado instintivo que permite a mulher ter um trabalho de parto espontâneo está relacionado com um equilíbrio hormonal especial. A liberação de ocitocina, hormônio secretado pela hipófise, age no desencadear das contrações uterinas e na manutenção do trabalho. Acontece também a liberação de endorfinas em resposta a dor. O corpo se defende de forma natural. Quanto mais longo e difícil o trabalho de parto, maiores serão os níveis de endorfinas. Este parto veio banhado de endorfinas e na luz do santo daime!!! Muitas passagens e muitas paisagens transcorreram… Pouco tempo antes de seu nascimento, seus pais encontraram um sítio próximo da cidade, e prepararam o lugar para recebê-lo. Um local para o fogo sagrado, delimitado por um círculo de pedras rolantes, cercado de grandes árvores. Ali, o ponto de convergência… A reunião de todos que participaram da jornada. Aqui também estão incluídos os bichinhos: Fiona, os gatinhos e os filhotes Sol e Lua.

As invocações, os cânticos, as meditações, a transmutação da dor. ” Chamo estrela, a floresta e o mar, curandeiros, caboclos da corrente de Ogum beira mar”. Na década de 70, Frederic Leboyer lanca o livro: Nascimento sem Violência, No Brasil, se chamou Nascer Sorrindo. Primeiro médico a expressar o que as mulheres já sabiam instintivamente sobre seus bebês. Os cuidados com o recém nascido. Este livro tornou-se referência para os trabalhos iniciais de Michel Odent na transformação do ambiente no atendimento ao trabalho de parto. Na maternidade onde trabalhava, Michel Odent criou a chamada Sale Sauvage, sala selvagem, visando a privacidade, o conforto e a liberdade de movimentos, para a mulher sentir-se física e emocionalmente livre para agir como desejasse.

Espontaneamente a mulher busca posições mais adequadas, no alívio da dor e que são mais eficientes do ponto de vista fisiológico. Com o ambiente certo, pode atingir um nível de resposta mais profundo dentro dela mesma, transcendendo sua individualidade, educação ou cultura, por isso o nome sala selvagem ou primitiva. Se deixar levar pela via instintiva do nascimento, fazer esta viagem interna…

Sabrina e Cristiano estabeleceram sua sala selvagem no meio da natureza, buscando o conforto do fogo, a força das árvores, do sol do entardecer, da lua crescente, das estrelas, do sol do amanhecer e novamente do sol do entardecer. Acompanhando a lenta progressão do primeiro período do trabalho, até a dilatação completa e um lento desenrolar do período expulsivo. Preciso foi, muito suporte de cuidados e atenção plena a cada passo. Muitas orações! Caminhar com a consciência corporal da fisiologia do parto, o benefício de andar em alinhamento com a pressão atmosférica, respirar no ritmo correto, banhos de chuveiro, testar inúmeras posições, relaxar na piscina e utilizar como recurso principal a banqueta de parto, no alívio da dor.

O limite extendido ao extremo até a desistência, quando então, a natureza soberana em seu comando se manifestou firme, vertical e Davi coroou. ” Salve, Salve poder tão supremo e general Juramidam, Rei Oxóssi e seus curandeiros que vem curar nessa sessão…” A intensidade emocional do instante transbordou em lágrimas se derramando no ambiente. Nasceu Davi, na afirmação do sol, lua, estrela, a terra, o vento e o mar! “Elevei meu pensamento, a deus lá na altura, para eu reconhecer, o brilho da formosura o brilho da formosura é uma luz de alento que limpa meu coração e vigora meu pensamento. Aqui eu vou cantando que a minha lida é esta, viva o rei juramidam e a rainha da floresta.” Mais uns minutos para a dequitação da placenta na conclusão do trabalho de parto. Davi no acalanto materno iniciando a amamentação. Um estado de paz e alegria é profundamente sentido!

” Desde tempos sem princípio, sempre fomos absolutamente puros e perfeitos. De acordo com a visão budista, nossa mente original é como o céu.. Não tem um centro e não tem limite. A mente é infinitamente vasta. É o que nos interconecta com todos os seres – é a nossa verdadeira natureza. Infelizmente, ela se tornou obscurecida por nuvens, e nós nos identificamos com essas nuvens em vez de nos identificarmos com o eterno céu azul profundo. E, por nos identificarmos com as nuvens, temos idéias muito limitadas sobre quem realmente somos. Se entendêssemos que desde o início sempre fomos perfeitos, mas que de alguma forma a confusão surgiu e encobriu a nossa verdadeira natureza, não haveria nenhuma questão sobre a nossa capacidade. O potencial para a iluminação está sempre presente, para cada um de nós, se pudermos reconhecé-lo.”
Jetsunma Tenzin Palmo

Parto assistido por: Adelise Noal – médica
Claudete Borges – enfermeira
Juliana Pena – doula

Curso de Shantala

Nova oportunidade de realizar o curso de shantala ainda neste ano. Neste curso, aprenderemos sobre a técnica milenar de fazer massagem no bebê, finalizando com um banho relaxante no balde e com o conhecimento do wrapsling (pano para carregar bebê). Ao final do curso, será  enviado apostila digital com descrição completa da técnica e indicação de vídeos para tirar dúvidas.

O curso é direcionado para mães, pais, casal gestante, doulas e interessados em geral.

Não perde essa oportunidade! Mais informações: contato@grifopilates.com.br

AMANDAcartazshantala2

 

 

Próximo Encontro Parto Alegre

A VIDA INTRA UTERINA E A IMPORTÂNCIA DA RESPIRAÇÃO NO PARTO

IMG_5638

Parteira Naoli Vinaver e Fernanda grávida de Layla.

Esse será o tema do nosso próximo encontro. Muitas vezes, as informações que nos chegam sobre a vida dos bebês dentro de nós mães são por vezes cheias de mitos. Por isso, vamos fazer um encontro para falar sobre como é esse lugar uterino: ambiente, temperatura; o que é e onde se localiza a placenta dentro do útero; como o bebê recebe os nutrientes; de que forma ele “respira”; líquido amniótico e sua composição; o que fazer se este líquido diminuir perto do fim da gestação; cordão umbilical e sua importância; posições que o bebê pode assumir dentro do útero.

intrauterina

Além disso, falaremos sobre a respiração na dinâmica do parto, o processo de dilatação, o tampão mucoso. A importância da respiração, da alimentação e de momentos de repouso para se ter uma gestação saudável e um parto natural.

Se sentir chamada/o, compareça! Saiba mais informações em: Encontros Abertos.

Esperamos vocês!!