Colher de Pau: primeira vez no RS!

É com muita alegria que nós da Parto Alegre anunciamos:

em novembro teremos o Colher de Pau I & II aqui em Porto Alegre!!!

CARTAZCOLHERDEPAUNós da Parto Alegre há muito tempo acompanhamos o trabalho da Fabíolla Duarte, com o Colher de Pau, e nos identificamos profundamente com a forma sensível e humana com que ela aborda a introdução alimentar dos bebês.

Foi daí que surgiu o desejo de trazê-la pra cá para podermos conhecê-la de pertinho e proporcionar a mais pessoas a oportunidade de realizar vivências e cursos com ela e aprendermos todes juntes!

Você já conhece o Colher de Pau? Então já sabe que não dá pra perder essa oportunidade! =D

Você não conhece ainda!? Então clica aqui.

Quando e quem pode fazer o curso?  Qualquer pessoa com interesse no tema. Pode fazer o curso em qualquer momento antes, durante ou após a fase de introdução alimentar. Para quem participa antes é uma ótima oportunidade para se preparar para esse momento, com tempo para digerir novos conceitos. Para quem participa depois da fase de introdução ter iniciado, é muito útil para auxiliar nos desafios que surgem durante esse período. Para quem participa muito depois, ainda uma excelente oportunidade para pensar em profundidade sobre as relações entre alimento, comportamento infantil alimentar e vida familiar.

  • Maiores informações sobre o programa e formas de pagamento: partoalegre@gmail.com

 

CARTAZCOLHERDEPAU

 

E o encontro sobre alimentação infantil foi uma gostosura!

IMG_0629
Na tarde deste sábado ocorreu o encontro de
pós parto da Parto Alegre sobre Alimentação
Saudável para Bebês e Crianças, com a
Vanícia Molin, nutricionista e consultora
de alimentação infantil.


IMG_0628

Vanícia apresentou informações e dicas tão importantes para o desenvolvimento e educação alimentar dos nossos filhos, além disso, tivemos uma gostosa roda de conversa com as mães, pais, bebês! Ah, e também vovós estiveram presentes!  

Estamos muito felizes de retomar nossos encontros de Pós-parto, que ocorrem uma vez por mês, aos sábados. A Parto Alegre busca humanizar a gestação, parto e também tem atenção especial ao pós-parto. O tema do próximo encontro, dia 12/09,  será Amamentar: desafios e superações.

Fiquem ligad@s e participem! Você pode ver a agenda completa de 2015 aqui.

IMG_0631Grande abraço e até nosso próximo encontro!
Equipe Parto Alegre

***Se você gostaria de ter participado da roda de conversa com a Vanícia e não pôde, não perde as Oficinas dela na Casa Matrioska! Infos aqui: http://www.vaniciamolin.com.br/search/label

***Você não conhece a Casa Matrioska!? Já ouviu falar em coworking? Não!? Então clica aqui pra saber mais e ficar por dentro das atividades que ocorrem nessa acolhedora Casa!

Encontro: Alimentação Saudável para bebês e crianças, com Vanícia Molin

Com alegria retomamos os encontros de Mães, Pais & Bebês da Parto Alegre, nesse sábado 08/08!

O encontro está aberto a tod@s que de alguma forma estão vinculados ao cuidado e atenção ao puerpério e à infância.

Como primeira temática teremos a Alimentação – Desde a introdução alimentar até os cuidados com os mais crescidinhos.  Contaremos com a presença especial da Nutricionista Infantil e também Mãe do Pietro, Vanícia Molin. Para conhecer mais o lindo trabalho dela, clica aqui! http://www.vaniciamolin.com.br/

***Será sorteado no dia uma vaga na Oficina de Alimentos e os participantes desse encontro terão um desconto especial no Whorkshop de Alimentação Complementar (introdução das “papinhas”), ambas atividades com Vanícia Molin, na Casa Matrioska.

Se agenda aí e vem pra roda! :)

Data: 08/08/15

Horário: 14:30 às 16:30

Local: Casa Matrioska. Avenida Icaraí, 1368. Bairro Cristal, POA.

Investimento: R$20 individual ou R$25 casal

Informações: partoalegre@gmail.com
Débora 51. 91936353
Luísa 51. 93342514

08.08.15 vanicia

22/11 – Alimentação Saudável para Bebês e Crianças.

IMG_9420A Nutricionista Vanicia Molin estará conosco na tarde de 22/11 para nos presentear com um bate-papo sobre alimentação infantil, desde a introdução até para os crescidinhos. Com mais de 10 anos de carreira, descobriu na maternidade seu gosto e talento especial para trabalhar com nutrição infantil. Haverá sorteio de uma consultoria alimentar completa com a Vanicia! Aproveite essa oportunidade.

Sobre a Vanícia:
Vanícia Molin, mãe, técnica em nutrição e nutricionista. Trabalhei por mais de 10 anos em diversas 
áreas da nutrição, mas a maternidade fez crescer minha paixão pela alimentação infantil e mudei de caminho em busca de um objetivo maior. Decidi então colocar todas as minhas vivências na bagagem e trilhar a caminho da Consultoria em Nutrição Infantil. Agora me dedico a ajudar outras mães e famílias a cuidar de sua alimentação de forma prática e saudável desde os primeiros momentos da vida.

Proposta de sorteio – para mães/pais presentes no encontro: Sorteio de uma Consultoria para Bebês e Crianças “Programa de Nutrição para o Bebê o para o Crescidinho” Composto de quatro encontros iniciando por uma entrevista de avaliação para identificação das necessidades do bebê/criança e das dificuldades da mãe/pai/família, seguido de três encontros com orientações de acordo com a fase do bebê ou da criança. Principais temas abordados: crescimento e desenvolvimento, formação do paladar e de hábitos saudáveis, introdução da alimentação complementar e preparo das papinhas, comportamento alimentar, rotina e dificuldades com a alimentação, estratégias para melhorar a alimentação, cardápios e receitas saudáveis. O encontro para o início da consultoria deverá ser agendado para ocorrer no mês de dezembro/14, no consultório ou a domicílio para quem reside em Porto Alegre.

encontro_22.11_alimentacao

Pessoas queridas!

Quem nos acompanha sabe que não divulgamos nada em que não acreditamos.
Publicamos aqui, no facebook ou em nossos encontros presenciais somente empresas, pessoas ou serviços que estejam alinhadas com o que temos como princípio, que contribua para uma mudança positiva na vida das pessoas. É o caso da VIVERDE ORGÂNICO.

A Viverde é uma empresa de entrega a domicílio de produtos Orgânicos. Eles têm uma variedade incrível, desde frutas e legumes até protudos de higiene e limpeza da casa. Tudo certificado, garantido e muito bem selecionado, além do ótimo atendimento. Se não deu tempo de ir à feira de orgânicos, dá uma ligadinha e pede o delivery da Viverde, a partir de R$ 40 você já tem uma boa quantidade de alimentos para passar a semana comendo com muita saúde e totalmente livre de venenos.

Os lanches dos encontros do Grupo Parto Alegre são fornecidos pela Viverde e somos muito gratas por poder contar com essa linda parceria, agregando ainda mais qualidade aos nossos eventos.

Leia aqui um texto sobre a importância da alimentação orgânica, publicado em nosso blog.

Abaixo os contatos:
Viverde Orgânico
Porto Alegre – Rio Grande do Sul
(51) 3237-5717 / 8223-7124
http://www.viverdeorganico.com.br/

Sobre a Viverde Orgânico


Com sede na zona sul de Porto Alegre, empresa está em constante processo de aperfeiçoamento, a fim de proporcionar os melhores produtos e atendimento a todos os seus clientes.

Os cuidados vão desde a escolha dos produtos e produtores, o acondicionamento e transporte, até a entrega das cestas na casa do cliente.

Desde sua criação, há cerca de um ano, através de muito trabalho, dedicação e, principalmente, indicação ‘boca a boca’, a empresa consolidou sua marca no mercado, tornando-se referência na cidade.

A qualidade e variedade de produtos, a presteza na prestação do serviço, assim como o respeito ao consumidor, ao produtor rural e ao meio ambiente são os princípios que fazem da Viverde Orgânico Delivery de Produtos Orgânicos a líder de mercado em Porto Alegre.

https://partoalegre.wordpress.com/2014/10/25/2195/

Receitas da Naoli!

parterasPara entrar no clima do nosso curso que está chegando, nossa imersão com a querida Naoli Vinaver, publicamos abaixo uma lista de valiosas receitas que ela, com toda sua sabedoria, nos ensina. As parteiras tradicionais, tanto mexicanas, quanto de outras culturas, trazem consigo um conhecimento ancestral muito rico, nos ensinam remédios que muitas vezes estão ao nosso alcance, mas não conseguimos identificar. Quem participar com o grupo Parto Alegre da segunda jornada com a parteira Naoli Vinaver, aprenderá isso e muito mais!  Lembrando: Solicite sua ficha de inscrição via partoalegre@gmail.com

Abraços carinhosos
Equipe Parto Alegre

Fonte das receitas:  www.nacimientonatural.com
Obs.: O texto está em espanhol, mas bastante compreensível, se alguma palavra ficar confusa, certamente o tradutor do google poderá dar uma mãozinha ;-)
Boa leitura!

Recetas y recomendaciones para el embarazo, parto y postparto
Por Naolí Vinaver

En el mundo entero, la humanidad se ha apoyado para sus prácticas cotidianas y para resolver sus dificultades en los conocimientos acumulados a través de las generaciones. A ésta acumulación de conocimientos puestos en práctica a través del tiempo de les llama “tradiciones”. Muchas veces a las tradiciones se las hace a un lado por considerarse “obsoletas” o pasadas de moda, sin embargo muchas de ellas formaron parte vital de una dada cultura durante siglos, lo cual generalmente habla bien de los resultados positivos que debe de haber tenido en dicha cultura. A continuación presento varias recetas y recomendaciones útiles para situaciones específicas que pueden ser corregidas. Esta página está apenas naciendo, y aunque se cuentan con MUCHAS recetas y recomendaciones, comenzaremos apenas con unas pocas por falta de tiempo. Sin embargo, por favor visítenos de vez en cuando que seguramente habrá sorpresitas…!

 ❖ Receta del Té Mexicano de Chocolate y Canela Para Parto 
De Naolí Vinaver

Se pone a hervir 1 litro de agua y se le agrega dejando hervir por 15 minutos:
•2-3 rajas de canela.
•Un buen trozo de chocolate, tan puro como sea posible.
•5-10 bolas de pimienta negra entera.
•3 hojas de aguacate, secas o frescas.
•1-2 ramas de romero, de preferencia fresco pero puede ser seco.
•Azúcar morena al gusto, o bien miel agregada a la taza antes de beber.

Ingredientes opcionales para aumentar el efecto de las contracciones:
•Jengibre fresco en rebanaditas.
•1-2 cucharaditas de páprika o pimentón rojo en polvo.
•Orégano, albahaca y tomillo en cantidades de media cucharadita.
•6-8 hojas frescas (o secas) de Zoapatle (montanoa tomentosa).
•1 cucharada de tintura de zoapatle en brandy.

Beber este té generosamente durante el trabajo de parto para calentar, estimular, relajar y a la vez energizar el cuerpo de la parturienta.  La partera y dobla así como el compañero pueden beber el té, solamente sin los ingredientes opcionales.
Este té puede asimismo beberse para estimular el comienzo del trabajo de parto en casos en que las fechas se acerquen a la semana 42.

❖ Deliciosas Recetas de Atoles y Lechadas Nutritivos y Refrescantes para Consumir Durante el Embarazo y en Especial Durante la Lactancia Materna.

ATOLE de AJONJOLÍ
Se hace un atole blanco con masa o con maicena con una raja de canela y azúcar. Aparte se tuesta ajonjolí, se muele y se le agrega al atole y se deja hervir.

El atole de masa se hace diluyendo la masa con la mano y un poco  de agua, se cuela y se pone a hervir con la canela y el azúcar.

LECHADA de ALMENDRA
Se remojan toda la noche de 6 a 10 almendras en un vaso de agua. Se pelan y se muelen con el agua y una cucharadita de miel y unas gotas de vainilla.

AGUA de PEPITA de CALABAZA
Se tuesta pepita de calabaza (sin pelar) con una raja de canela; se muele en la licuadora con poca agua y se va colando.  Se necesita moler dos o tres veces. Si se quiere se le puede poner leche y se endulza al gusto.

❖ Bebida Alta En Proteína para Evitar o Corregir la PRE-ECLAMPSIA ❖  Durante el Embarazo

Pep-up/Fortified Milk – 84 grams protein
•2 c. fresh whole milk
•½ c. powdered milk (non-instant)
•1 T. yeast, gradually increase to ¼ – ½ c.
•1 t. vanilla
•1 T. vegetable oil
•½ c. favorite or undiluted frozen orange juice
•2 raw eggs
•½ egg shell or ½ t. bone meal or 2 T. calcium gluconate or 1 T. calcium carbonate/lactate
•1 T. lecithin
•¼ t. magnesium oxide – add immediately before serving or take in tablets

Blend in blender – liquefier

Start with 1/4th c. at each meal – gradually increase quantity to 1 qt./day
* Calcium cannot be properly absorbed without magnesium. Magnesium oxide is tasteless but develops unpleasantly if allowed to stand.  It is extremely laxative.

❖ BAÑO DE HIERBAS TRADICIONAL PARA EL POSTPARTO 

El baño de hierbas tradicional mexicano se acostumbra dar durante los primeros 40 días de post-parto a las mujeres que quieran disfrutar de una mejor y más rápida recuperación. El baño ayuda a que la mujer elimine toxinas, líquido y cansancio acumulados, así como a que sus tejidos y huesos vuelvan a su lugar después de haberse expandido y abierto durante el embarazo y parto. Para muchas mujeres este baño de post-parto tradicional representa una parte vital del proceso de su recuperación, y es cuando ellas pueden abierta y relajadamente recibir cuidados que las nutrirán para ellas a su vez poder continuar cuidando de sus bebés. De preferencia se recomienda dar una secuencia de tres baños, comenzando con el primero después de la bajada de la leche, como de 5-7 días post-parto. El segundo, en la segunda semana y el tercero entre los 20-40 días post-parto. Si no se pudieran dar más que uno o dos baños, de todas maneras es preferible darle uno a que no reciba ninguno. Cuando la mujer ha sangrado mucho enseguida del nacimiento y ha quedado con una marcada deficiencia de hemoglobina, se recomienda esperar al menos dos semanas para su primer baño, de otra manera corre riesgo de desmayarse a causa del calor intenso del baño. Si la mujer ha sido suturada del periné o ha sufrido una operación cesaria, puede recibir de todas formas aprovechar el baño de post-parto, a partir de los 5 días después del parto. Normalmente el baño de hierbas viene después de un masaje de cuerpo entero que toma aproximadamente una hora de tiempo. Las hierbas tienen que estar previamente hervidas la noche anterior por un tiempo aproximado de 20-30 minutos. Se apagan y tapan en espera del día siguiente. Durante el baño la mujer debe de estar completamente encerrada en un ambiente hermético para evitar corrientes de aire. De preferencia en un espacio reducido que puede ser armado con cobijas o fibras plásticas. La mujer se sienta en una bandeja con las piernas recogidas y se le va agregando la infusión de hierbas poco a poco a una temperatura tan caliente como le sea posible soportar sin dañar su piel. Cuando se haya acostumbrado al calor, se le van dejando caer desde la cabeza los chorros del té caliente, hasta terminar. Se debe asegurar que el té le penetre bien por la vagina, creando oleajes con las manos para que le bañe los tejidos pélvicos suficientemente. Al final, se le proporciona una rameada vigorosa con las fibras y ramas de las plantas medicinales en todo el cuerpo, instigando la circulación de su piel. Para terminar, se envuelve a la mujer en sábanas y cobijas sin permitir que el aire frío toque su piel ni su cabeza, dejando solamente los orificios de la nariz expuestos para su respiración. Se lleva a acostar por un tiempo de una hora aproximadamente, para que el calor absorbido por el baño y el beneficio de las hierbas le permitan sudar, sudar y sudar… Nota: Es importante ofrecerle tragos de té caliente (canela, romero, manzanilla y santamaría) con miel varias veces durante todo el proceso, incluso el tiempo para sudar, de lo contrario, la mujer puede experimentar fuertes dolores de cabeza por deshidratación. RECETA: 3-4 ramos grandes de Romero (Rosmarinus officinalis) 2 puños de Manzanilla (Matricaria chamomilla) 1 ramo de Santamaría (Tagetes florida) 1 ramo grande de Árnica (Gaillardia, sp.) 20 Hojas de Olivo (Olea europaea) 1 ramito de ruda fresca (Ruta chalepensis) 3 ramos o puños grandes de Albahaca (Ocimum basilicum L.) 15 cáscaras de nuez de castilla (Juglans sp.) 1 puño de Sauce Blanco desmenuzado (Salix bomplandiana) 1 rajita de canela, solamente en casos de personas que no sufran de hipersensibilidad de la piel (Chrysophyllom mexicanum).

Métodos Naturales Para La Estimulación del Parto

En caso de que el embarazo ya haya llegado a la semana 41+3 días, o que existan otros motivos fundamentados para querer estimular el inicio del trabajo de parto, pueden llevarse a cabo algunos o todos los siguientes procedimientos y actividades en el orden del primero al último de ellos, considerando que están enlistados de menor a mayor obtrusividad. Sin embargo, la efectividad de unos y de otros no es necesariamente menor en los procedimientos más sencillos, por lo que se recomienda efectuarlos de forma rotatoria para dar oportunidad al organismo de ser estimulado nuevamente.

  • Caminar de manera activa y constante, llevando un ritmo como si se quisiera “llegar pronto”, durante una buena hora un par de veces al día.
  • Tener relaciones sexuales, de preferencia aunado a la eyaculación masculina (dentro de la vagina) por el efecto que las prostaglandinas seminales tienen en madurar al cérvix. Así mismo, el orgasmo femenino produce descargas de oxitocina, que ayudan a estimular el inicio del parto. NOTA: si la bolsa de aguas ya se ha roto, evitar introducir a la vagina el pene, limitándose a estímulos sexuales externos.
  • Estimulación de pezones con los dedos o con la boca. Esto promueve la producción de la oxitocina. Se recomienda hacerlo por periodos de 10-15 minutos, tres o cuatro veces al día.
  • Caullophyllum 30C Cimicifuga 30C son medicamentos homeopáticos, que se toman alternadamente cada dos horas por un total de 6 dosis en 4 horas. Al día siguiente nada, repitiendo el mismo protocolo al tercer día si fuera necesario.
  • Aceite de Ricino: tomar 2 onzas en jugo de naranja y si acaso es necesario, otras 2 onzas dos horas más tarde de la misma manera. Esto probablemente provocará diarrea que a su vez estimulará de manera indirecta las contracciones uterinas.
  • Enema aplicado rectalmente con agua tibia o al tiempo. Se procura retener por unos 15-20 minutos antes de ir al baño. Se repite al día siguiente si el trabajo de parto no ha comenzado aún.

Recuerde que todos éstos métodos son naturales, y por lo tanto no tienen efectos nocivos. Por el contrario, pueden llegar a ser muy efectivos. Una vez que comience el trabajo de parto activo, si éste se establece clara y efectivamente, estos remedios pueden descontinuarse para permitir que el organismo continúe su proceso de manera espontánea.   ¡No se desespere! Y sí sea disciplinado.
Muchas veces es tan solo cuestión de unas horas para que se pase de “nada” al trabajo de parto tan esperado.

 

 

O desmame guiado pelo bebê

bebê-comendo-cenoura

Compartilhamos um site que fala sobre alimentação dos bebês. Algo que já abordamos por aqui: a importância de deixar a criança conhecer os alimentos, as texturas, os gostos de forma natural e exploratória.

Abaixo, está a postagem, uma mãe primeira viagem que relata suas experiências e pesquisas sobre cuidados com seu primeiro bebê, clique aqui.

Um trecho o post: “BLW = Baby-Led Weaning, que significa “Desmame guiado pelo bebê”. Trata-se de um método de ‘introdução de sólidos’ na forma de sólidos realmente, e não de papas. A idéia é dar ao bebê o alimento em pedaços grandes para que ele possa agarrá-lo para lamber, chupar e comer o quanto quiser. A relação disso com o desmame, é que ao aprender a comer naturalmente e escolher quando, quanto e como quer comer, o bebê vá, sozinho, decidindo por mamar menos até chegar ao desmame completo e natural”.

A mãe afirma que há pouquíssimo material sobre o tema no Brasil, por isso ela traduziu na postagem, um pdf que encontrou sobre o assunto. Aqui vai o pdf, original, em inglês.

Boa leitura!

Abraços, Equipe Parto Alegre

Os alimentos orgânicos, as gestantes, os bebês, sua família! Você pensa no que anda ingerindo?

598811_373279402747181_699199066_nQuando um bebê está no útero, ele se alimenta de tudo que comemos, de nossas emoções, da nossa energia. Isso inclui as conversas que temos, o que vemos na televisão, o que lemos, pois essas também são formas de alimentar o nosso corpo e espírito. Por isso, até mesmo os médicos mais tecnocráticos e não-humanizados assumem que a mulher deve manter-se tranquila, comer coisas saudáveis e pegar leve nos “desejos” pelas guloseimas. Muitas gestantes se agarram nesta justificativa do desejo e acabam se entupindo de porcarias. Na minha opinião, (você é livre para discordar completamente) vontade de comer alguma coisa precisa ser moderada pelo bom senso, claro, sem radicalismos.

Já ouvi gente dizendo “Quando grávida eu só tinha vontade de comer cachorro quente e brigadeiro, comia todos os dias.”. Que lindo, não? Seu bebê, que ainda é indefeso, não tem poder de escolha, tendo que ingerir junto toda essa “preciosidade”. Quanto mais comermos esse tipo de produto, pois como bem diz a minha nutricionista preferida e amiga, a Soninha, o que não vem da terra ou não é preparado exclusivamente com alimentos naturais não é comida de verdade é produto, mais estaremos nos contaminando, suscetíveis a doenças físicas e psicológicas. E assim o mundo vai adoecendo e a indústria farmacêutica lucrando bilhões. Você percebe? É um ciclo vicioso pelo qual somos engolidos ingenuamente e assim vamos vivendo como gado, como diz a minha amiga Amanda, aqui do Parto Alegre. Cabe a você sair desta roda.

brasilorganico

CLIQUE NA IMAGEM PARA VER A PRÉVIA DO DOCUMENTÁRIO!

Estamos num momento crítico com relação ao cultivo de alimentos em nosso planeta. A própria palavra “cultivo” vem sendo totalmente denegrida, pois quando pensamos no seu significado, nos vem a idéia de dedicação, amor, como cultivar uma amizade. Atualmente, a grande maioria das coisas que estão no supermercado são literalmente produzidas. Sim, são produtos que passam por máquinas, banhos de químicos altamente tóxicos, radiação e levam quantidades astronômicas de conservantes, espessantes, acidulantes e outros “antes” piores ainda.

Por outro lado, a força do bem também está atuante e o cultivo dos orgânicos vem crescendo cada vez mais no nosso Brasil-sil. Sim, isso é motivo de grande alegria, as feiras estão cada vez mais cheias, existe um movimento bacana acontecendo e a imprensa que fica fora dos grandes veículos vem denunciando o perigo dos agrotóxicos que são derramados nas plantações. Além disso, ainda tem o problema dos transgênicos…sim, mais essa! Aquele arroz clássico que você comeu a vida toda, aquela farinha de milho da polenta do domingo, sim, pode ser tudo feito com sementes geneticamente modificadas, além de quase tudo que leva soja. Por que será que muitos bebês têm apresentado alergia à proteína da soja? Porque além de ser muito difícil para o organismo humano digerir, ainda mais um recém nascido, a grande maioria da soja que chega até nós é transgênica. Nem os animais escapam, quase todas as rações contém transgênicos – vide o símbolo “T” (Por que será que muitos animais domésticos desenvolvem câncer? Bom, isso já é outra discussão.)

Falando por experiência própria, já achei muito difícil a idéia de ter que ir à feira de orgânicos. Sempre vem aquela desculpa: Ahhhh, mas sábado é o único dia que eu tenho para dormir até mais tarde, é muito caro, blá blá blá. Raramente eu ia à feira de orgânicos. Acabava comprando tudo no supermercado mesmo, até durante a gravidez.

Eu ainda não havia sido convencida do tamanho do problema e infelizmente acabei alimentando minha filha, ainda na barriga, com um monte de frutas e verduras envenenadas pelos agrotóxicos. Já vi gente aqui em casa pegar uma abobrinha orgânica e dizer: É igual a do supermercado! Santa ignorância.O que você queria? Que as abobrinhas e outros legumes não orgânicos tivessem verrugas, vermes parecidos a alienígenas? Não, né! A grande indústria alimentícia faz de tudo para enganar a todos e lucrar, lucrar, lucrar. É esse o único objetivo. E consegue isso graças às propagandas ridículas na televisão que fazem você acreditar que um caldo de carne é cheio de “amor”, que quem come margarina tem um casamento de sucesso, quem toma cáca-cola é feliz e outras bizarrices mais. Graças aos deuses e às redes sociais, comecei a
dar-me conta que o buraco é bem mais em baixo e mesmo antes de a minha filha começar a comer sólidos entramos no ritmo da feirinha, como carinhosamente chamamos, aqui em casa. Aí, além da conscientização, foram brilhando as opções além-feira. Calma, vou listar todas elas (as que conheço) no final deste post!

feira-organica-placa2O movimento de inserir a ida à feira orgânica na rotina trouxe junto a quebra de vários tabus. O primeiro deles foi o “é difícil”. Tudo que nos é desconhecido e fica fora do lugar comum, soa como dificultoso. Entretanto, quando conseguimos avançar e mudar, nos damos conta do benefício que estávamos perdendo. Ao longo das semanas, a ida à feira tornou-se muito prazerosa (eu freqüento a do bairro Menino Deus). Encontramos vários amigos, fizemos novos amigos, conhecemos face a face de quem produz o alimento que vem para as nossas panelas. Isso é realmente muito gratificante. Conversamos com as pessoas, descobrimos em quais cidades são cultivados esses alimentos, vamos ensinando para a nossa filha o que é cada coisa, mesmo que ela ainda nem saiba falar, tenho certeza que compreende. Além disso tudo, ainda degustamos vários quitutes deliciosos como café da manhã, tomamos um suco maravilhoso feito na hora. Quem serve o suco é um dos próprios agricultores que plantam as laranjas. Não sei para vocês, mas para mim isso é muito bom, essa relação afetiva com os alimentos literalmente não se compra no supermercado!

Agora você deve estar pensando, ou já pensou antes: Estou num blog sobre parto e gestação, por que estão falando em comida? Simples de responder. Como disse a minha querida amiga Luísa, também aqui do Parto Alegre, a humanização começa na gestação e no parto, mas se estende por muitos outros aspectos da nossa vida. Alimentar bem seu bebê é humanizar, ter uma gestação tranquila e consumir bons alimentos durante esse período tão maravilhoso e transformador, é humanizar.

Voltando ao assunto da quebra de paradigmas da ida à feira orgânica: “é caro”. Muitas pessoas dizem isso, mas muito “inteligentemente” sem saber. Sim, existem coisas caras na feira, assim como existem no mercado e você não é obrigado a comprá-las se não quiser. Falando em preços, é só dar uma consultada rápida em um site de uma grande rede de supermercados, analisando os produtos da estação, disponíveis nas feiras.

Pão do supermercado: um mais baratos custa por volta de 4 ou 5 reais. O da feira, feito com farinha orgânica custa a mesma coisa.

Suco de caixinha de Uva, custa por volta de 4 reais também e além de ter mais açúcar que um refrigerante é cheio de outras porcarias. O da feira de 500ml concentrado, que rende o dobro, custa o mesmo.

Iogurte: Os de litro no mercado custam por volta de R$ 4,50. Com mais 2 reais você compra a versão orgânica… pense rapidamente em quantas coisas desnecessárias você gasta 2 reais!

Cenoura: Com R$ 3,50 você adquire um lindo “ramalhete” de cenouras cheirosas e frescas, que ainda vêm com a rama bem linda, que muitos aproveitam para fazer omeletes, usar no feijão. No mercado o quilo vale aproximadamente isso ou mais. É só olhar aqui!

Couve manteiga: Tcharam!!!! Mais barato na feira, custa R$ 2! No supermercado custa R$ 2,40 (estou vendo os preços do Nacional, é o único que disponibiliza online).

Beterraba: Estou vendo aqui que 700 gramas de beterraba embalada custa R$3, na feira com R$ 3,50, assim como a cenoura, se compram lindas beterrabas.

Alho-poró: Pasmem. No supermercado custa o DOBRO do preço da feira, onde se compra por R$ 1.50 a unidade.

Arroz: Aquele clássico Tio João custa R$ 2,88 (o quilo) no mercado citado acima, o da feira custa R$ 3. Comprando na feira você está ajudando muitas famílias que resolveram sair do ciclo das grandes plantações e resolveram agir de forma mais ética e ecológica.
Veja aqui uma tabelinha do Greenpeace sobre as marcas que vendem arroz transgênico.

Feijão: Alguns feijões custam no supermercado R$ 7 o quilo e nem são os “top”. Na feira, o quilo do feijão custa 6 reais. Lembrando que estou tendo como base os valores da feira do bairro Menino Deus, em Porto Alegre, porém esses valores costumam regular com as demais feiras e entrepostos de produtos orgânicos.

Estes, entre outros itens, não são caros, não têm valores abusivos e estão milhas e milhas de qualidade a frente do que se compra no supermercado. As bananas, laranjas, bergamotas, todas têm preços ótimos na feira, ou seja, mais um mito derrubado. Comprar orgânicos NÃO É CARO PESSOAL!!!

248177_310304692392687_504801105_nUma última questão: Se você é daquelas que se orgulha em dizer que amamentou seu filho, que pratica a amamentação prolongada etc., parabéns, mas você já parou pra pensar no que o seu filho anda ingerindo além do seu leite? Que qualidade tem esse leite que você produz? Ele é produzido pelo seu organismo tendo como base uma alimentação saudável? O leite materno é o alimento mais completo que existe para humanos, então, quando seu filho deixa de mamar, deve consumir alimentos que cheguem pelo menos aos pés do leite materno! Por isso e por outros vários motivos, comer orgânicos se torna essencial.

Durante o último ano minha alimentação tem sido quase 100% orgânica. Vi muitos benefícios nisso ao longo do tempo. Fui ficando muito mais seletiva com tudo que como, me alinhei com o que está disponível em nossa terra na estação, peguei menos resfriados, entre outras coisas.

Car@ leitor(a), se você chegou até esse ponto neste texto, agradeço muito a paciência e a disposição, creio que tenha sido válido. Esse assunto poderia continuar se prolongando ainda mais, mas é bom ir parando para não assustar possíveis leitores com o tamanho do post.  Abaixo vou listando várias possibilidades de lugares para se comprar orgânicos na cidade.
Aproveite, mude, evolua e ajude o mundo a mudar!

Um abraço com carinho e esperança
Shana Gomes Mãe da Anahí, doula e fotógrafa.

Mundo dos Orgânicos – Globo Repórter

LISTA DE LOCAIS ONDE SE PODE COMPRAR ORGÂNICOS EM PORTO ALEGRE E REDONDEZAS (Se você quer colaborar com esta lista, envie um e-mail para partoalegre@gmail.com que colocaremos a sua contribuição aqui).

– Feira Ecológica do Bom Fim
Av. José Bonifácio (em frente ao parquinho infantil da Redenção)
Porto Alegre |RS
Somente aos sábados, das 7h às 12h30.

– Feira Ecológica do Bairro Menino Deus
Av. Getúlio Vargas (no pátio da Secretaria Estadual da Agricultura)
Quarta-feira das 13h às 19h.
Sábados das 7h30min às 13h.

– Feira Ecológica Tristeza
Av. Otto Niemeyer esquina com a Av. Wenceslau Escobar (perto do Zaffari, em frente à igreja)
Sábados das 7h às 12h30min.

– Feira Mulheres da Terra
Campus central – Av. Paulo Gama, 110 – Bairro Farroupilha – Porto Alegre – Rio Grande do Sul
Terças-feiras das 15h às 18h30min e Quarta-feira no campus do Vale.

– Feira Ecológica em Ipanema / Porto Alegre
Todos os sábados das 8h ás 13h
Avenida Guaíba 10410 – Esquina com a Dea Coufal
Espaço Integral

– Viverde Orgânico
Cestas de orgânicos entregue em casa
(51) 8223.7124
viverdeorganico@hotmail.com
www.facebook.com/viverde.organico

– Orgânicos do Porto 
https://www.facebook.com/organicosdoporto2013
Entrega de cestas orgânicas: (51) 98483786

– Loja Seleção Natural
Venâncio Aires, 531  – Porto Alegre
Fone/Tele-entrega: 3026.7070
E-mail: selecaonatural@terra.com.br
Seg. a Sexta. Das 9hs às 19h30minh
Sábados das 9hs às 18hs.

– Restaurante Nova Vida
Rua Demétrio Ribeiro, 1182 – Centro Histórico – Porto Alegre / RS
Telefones: (51) 3226-8876
Horário de atendimento: De segunda a sexta, das 8h às 19h.
Sábado, das 8h às 15h.

– Viver Bem Alimentos Macrobióticos
Rua Doutor Armando Barbedo, 269 – Tristeza – Porto Alegre / RS
Telefones: (51) 3012-3020
De segunda a sexta, das 9h às 19h. Sábado, das 9h30 às 18h.

– Mercado Público de Porto Alegre
Banca da Reforma Agrária

– Mesa Natural – Alimentos Orgânicos Certificados
Avenida Caçapava, 551 – Bairro Petrópolis – Porto Alegre
Telefone: 51 9813-9913 / 3388-5400

– Casa Natural – Porto Alegre
http://www.casanatural.com.br/
Rua Sapé, 800 – Cristo Redentor / Porto Alegre
(51) 3337-7663
(51) 9103-8310
De segunda à sexta, das 8h30min às 19h e sábados, das 9h às 15h.

– Rainha Omega
Refeições congeladas orgânicas
Na compra de um kit semanal, você ganha uma sacola de hortaliças e ervas medicinais :-)
https://www.facebook.com/rainhaomega.alimentos?fref=ts

– Paz da Mata – Alimentos Naturais
https://www.facebook.com/cristinapazdamata/media_set?set=a.121664091346306.20673.100005081473610&type=1
Falar com Cristina Pazdamata, ela também tem uma Kombi que passa aos sábados pela cidade, modelo feira itinerante.

– Feira ecológica em Morro Reuter
Todas as quartas e sábados pela manhã.

– Feira ecológica em São Leopoldo
Todas as quartas pela manhã.

– Harmonia Natural em São Leopoldo:
http://www.harmoniasl.com.br/

– Feira ecológica na Lomba Grande, NH
Todos os sábados pela manhã.

– Espaço Natureza Pura em Viamão:
https://www.facebook.com/pages/Natureza-Pura/178556328890082?sk=page_map

Links e vídeos interessantes:

Teste do microondas 

– Crianças de escolas municipais de SP terão alimentos da reforma agrária e sem agrotóxicos

– Thrive Movement – Documentário interessante que também fala dos orgânicos, vacinas, etc. (com legendas em PT)

– Brasil orgânico
www.facebook.com/brasilorganico

Documentário Muito Além do Peso

Sete alimentos transgênicos que você deveria evitar

Os tipos de alimentos mais prejudiciais à saúde

Alimentos infantis proibidos pela Anvisa

Matéria sobre a riqueza da couve

Coluna de alimentação do site Vila Mamífera

Orgânicos possuem mais nutrientes do que alimentos convencionais

Globo Ecologia sobre orgânicos

Cólica de bebês e alimentação

Compartilhamos pequenino – e ao mesmo tempo profundo – texto sobre cólica dos bebês. O texto é de Fabíolla Duarte, publicado em:http://vilamamifera.com/alimentoecomportamento/a-colica-da-dupla-e-a-alimentacao/#

Fica a dica de leitura dos textos que Fabíolla escreve para esse site com informações bacanas a respeito de alimentação infantil.

9007

A cólica da dupla e a alimentação

O negócio é que alimentos mais ácidos do que alcalinos, acidificam o sangue e consequentemente o leite também.

Porém eu não aposto tudo em alimentação não.

Nunca.

Não acho, como já achei no passado remoto, que alimentação é a chave da eterna juventude e saúde plenas.

Fui vendo que sem ser feliz, a pessoa pode comer todos os livros sobre nutrição batidos em um suco verde vindo direto do pé de couve, que num vai rolar.

Para qualquer coisa dar certo no corpo da gente, é preciso metabolizar.

Quando a máquina nuestra tá emperrada, enguiçada, acabrunhada, encabulada, cansada ou qualquer coisa que passe pelo seu coração que não seja saltos de alegria, a gente fica meio azedo, meio mofado, meio ácido.

O negócio é via de mão dupla.
O que a gente come afeta a gente.
A gente afeta o que a gente come.

Right?

Então, legal sim caprichar no cardápio, mas olhar pra si mesmo também é muito bom, e ver o que tá rolando.

O povo da macrô diz que saliva é salvação.
Quando em tempo de fortes emoções, salivação é bom para alcalinizar o sangue da gente.

Simples: chupe um caroço de fruta qualquer.
Fique chupando.

E descanse.

Cuide-se e tome banhos delícia, bolsa morninha na sua barriguinha, o colinho de alguém maior que você e tempo pra elaborar o que tá vivendo. A cólica é da dupla.